quarta-feira, 18 de julho de 2007

Loucura esportiva !!!

Tem um ditado que diz: "De médico e louco, todo mundo tem um pouco". Normalmente atletas, principalmente os amadores, enquadram bem neste perfil. Não é de estranhar que alguém treine em horários inusitados, debaixo de chuva ou sob um sol escaldante. Em Maringá chove sem parar desde domingo. Hoje ela deu uma trégua e o sol está brilhando bonito. Ontem à noite, fui à pista de atletismo da UEM por volta das 18:30 h (como é praxe toda terça e quinta), é lógico que chovia um pouco antes desse horário, mas quando cheguei lá já havia parado, não tinha nem garoa. Deu 18:40 h e ninguém apareceu (aliás, qualquer lúcido não sairia de casa ontem à noite por nada, mas...) fui ver se o guarda poderia abrir a pista. Gentilmente ele foi, abriu o portão e acendeu os refletores, aí amigo, a chuva começou a desabar (só pra não perder o costume), e assim ficou até as 20:00 h (horário que fui embora), oscilando chuva e estiagem. Quase desisti, mas o guarda foi tão simpático em sair da sua guarita quente e seca, para molhar a roupa (pois estava começando a chovar novamente, prá variar). Foi uma sensação diferente e indiscritível. Até por ser o dia do meu aniversário, LOUCAMENTE, ganhei uma noite de dono da pista, fiz o meu treino normalmente (aquecimento, skip, 1 tiro de 4000, 4 tiros de 1000, desaquecimento e tchau). Valeu a experiência (até porque, teve bolo surpresa pra mim quando cheguei em casa), mas da próxima vez fico em casa, em baixo das cobertas, assistindo qualquer porcaria da TV.

Um comentário:

altemar disse...

AEEEEEEEEEEEHHHHHHHHHH!!!!!!!!! kára, FANTÁSTICOOCOOCOCOOOO....

Êh mano, tô dando uma passadinha por aqui. Rapaz, achei comédia essa sua narrativa ae... hehehe

Achava que eu era o único que um dia tinha sofrido com a chuva (no meu caso, há muuuuuiito tempo atrás e de moto né...)

Mas é isso aí, domingo ví o Frank vencendo a corrida e lembrei de voce meu camarada. Abraçao!!! boa sorte..